O que é Crowdfunding e como utilizar para organizar Eventos?

Nem todo mundo percebe, mas a verdade é que, além de muita agitação, música e pessoas, quem trabalha na área de shows e casas noturnas, mesmo se divertindo um pouco, rala bastante.

O horário de expediente é maior e nunca há hora certa para terminar: sempre acontecem imprevistos que precisam ser cuidados com muita agilidade e jogo de cintura. Isso além da preocupação recorrente nesse mercado, que é a de manter a casa cheia e promover eventos de sucesso.

Pois é para te ajudar nesse desafio que viemos falar de crowdfunding! Então, se você não sabe direito o que é crowdfunding, e como ele pode ajudar no seu negócio, continue conosco! Temos boas notícias para te dar. Confira!

O que é crowdfunding

Vamos começar entendendo um pouco mais dessa ferramenta de financiamento coletivo. Adotada em 2006, essa nomenclatura designa nada mais, nada menos, do que um grupo de pessoas que se dispõem a contribuir financeiramente para conseguir viabilizar alguma coisa.

É mais ou menos o que acontece quando acaba a cerveja no churrasco, e alguém passa recolhendo dinheiro para ir ao supermercado e renovar o estoque para todo mundo.

Da mesma maneira, o crowdfunding só consegue colher bons resultados se o objetivo de todos os envolvidos for o mesmo. Assim, um esforço coletivo com uma meta específica viabiliza o desejo de todos por meio de doações comunitárias.

Agora, logicamente, ele também só pode ser considerado de sucesso se conseguir atingir uma meta mínima de arrecadação que viabilize o projeto. Além disso, embora algumas pessoas tenham contribuído para o crowdfunding, o benefício conseguido não deverá ser exclusivamente delas.

Como funciona o crowdfunding

No caso de objetivos mais modestos e que envolvam valores baixos para a realização de alguma meta, o crowdfunding pode utilizar o esforço de uma comunidade menor de pessoas.

Contudo, à medida que vislumbramos objetivos mais imponentes, e que exijam um volume maior de recursos, a coisa pode começar a complicar. Afinal, gerenciar dinheiro de muita gente sempre dá bastante trabalho.

Por isso — e de olho em um mercado crescente — hoje já é possível encontrar várias empresas que oferecem uma plataforma especializada para a gestão de todo esse processo.

Como usar o crowdfunding para organizar eventos

Assim como criar uma empresa, conseguir dinheiro para uma operação médica, financiar uma viagem, promover uma banda e vários outros tipos de objetivos imagináveis, organizar eventos é uma meta totalmente plausível para o crowdfunding.

Inclusive, é importante salientar que se pode fazer o uso de financiamento coletivo até para eventos periódicos e recorrentes, e não apenas para um show ou festa pontual.

Assim como nos outros casos, é preciso estruturar um projeto bem definido para o que se deseja fazer, levantando os detalhes relevantes, encontrando interessados e tudo mais.

Então, se você tem interesse em organizar os seus próprios eventos, criamos um passo a passo para facilitar a sua vida. Confira:

Passo a passo para realizar um crowdfunding

1. Desenvolva um projeto

Quando for pensar em organizar eventos por meio de um crowdfunding, a primeira coisa que você precisa conferir é se a meta que você tem estabelecida está bem alinhada com os desejos do público que você pretende abordar.

Então, você conhece bem os seus clientes? Sabe exatamente o que eles querem? Se tiver a certeza de que haverá interesse na sua proposta, ótimo. Sigamos em frente.

Caso esteja de olho em um artista ou tipo de evento específico, por exemplo, pesquise como foi a última experiência na sua região. Entenda se há realmente uma demanda, e qual é o tamanho dela.

Tente registrar o máximo de detalhes possíveis do projeto, como local, atrações, datas previstas etc. E identifique também os custos para a realização de tudo, definindo qual será o valor mínimo para conseguir viabilizar o projeto. Lembre-se: seja realista na hora de calcular esse montante.

2. Escolha uma plataforma

Como já falamos, existem várias opções de plataformas para crowdfunding. Algumas nacionais, e até outras ferramentas internacionais. Então, depois de pesquisar bastante, você deve escolher qual delas utilizará para produzir os seus eventos.

Uma coisa que você deve estar atento é que, dentre as ferramentas de financiamento coletivo, existem aquelas que cobrarão uma taxa do valor que você conseguir levantar. Por isso, se for usar uma dessas opções de plataforma, lembre-se de considerar esse abatimento nas contas do seu projeto.

Observado esse detalhe, escolha qual ferramenta você acha mais prática e funcional, e que também te ajudará a ter mais financiadores para o seu projeto, passando uma imagem de segurança.

3. Divulgue

Depois de já ter feito o planejamento do seu evento definidos, os detalhes pertinentes e escolhida a sua plataforma de gestão de crowdfunding, é hora de começar a divulgação.

Assim, pensando sempre no seu público-alvo — aquele que está diretamente interessado no seu projeto —, busque ferramentas como redes sociais, blogs, sites de eventos, contatos diretos por e-mail e WhatsApp, promotores, e qualquer outra forma de divulgação que você acredite que possa trazer bons resultados.

Uma sugestão que vale a pena considerar é procurar por fã clubes locais, no caso de bandas ou artistas famosos que possam estar presentes nos seus eventos. Além de ajudarem no financiamento, esses grupos também conseguem fortalecer seu projeto divulgando a sua proposta para outras pessoas.

Além disso, durante a divulgação do crowdfunding — no caso de viabilização do projeto — ressalte quais serão as recompensas para quem colaborar, e divulgue o link direto para as contribuições.

4. Recompense seus investidores

Quando for tratar da organização de eventos suportados por um crowdfunding, separe alguns benefícios exclusivos para quem ajudar a financiá-los. Você pode considerar alguns brindes, como camisas, CDs e DVDs, ingressos, cortesias ou até entradas open bar e open food.

Há ainda opções mais relacionadas à experiência dos seus eventos. Pense se pode viabilizar visitas ao camarim, melhores espaços no camarote ou mesmo um meet & greet —aquele contato exclusivo que alguns fãs têm com os artistas antes ou depois dos eventos, para os cumprimentarem, trocar uma palavra e tirar fotos.

E vale lembrar que você pode ter mais de um valor de contribuição, o que te ajudará a definir melhor que tipo de recompensa ganha cada participante do seu crowdfunding.

Por fim, independentemente de qual seja a sua forma de configurar esses recebimentos, nunca deixe de cumprir a sua parte, recompensando seus investidores!

E aí, gostou da leitura? Então, agora que você já sabe o que é crowdfunding e como utilizá-lo na produção de eventos o que você acha de conhecer uma empresa parceira para fazer toda a gestão de público dos seus convidados? Clique aqui para falar com um dos nossos especialistas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.