Gustavo Espósito lista 4 dicas para você mergulhar no universo da fotografia

Gustavo Espósito é apaixonado por ouvir e contar histórias. E foi essa paixão que fez com que ele migrasse do jornalismo para a fotografia abrindo sua própria empresa, que leva seu nome e sobrenome.

Para ele, que já foi responsável pelas mídias sociais da MTV Minas e também da irreverente Rádio 98 FM, é possível encontrar boas histórias em qualquer pessoa ou projeto – desde que a pessoa esteja disposta a ouvir. “Ensaios, casamentos, retratos de pessoas ou até mesmo imagens de objeto. Não importa o que a câmera focaliza. As boas fotografias são aquelas feitas por profissionais que possuem olhos atentos, mas ouvidos também”, destaca.

Na dúvida é só dar uma volta pelo seu perfil no Instagram (@gustavole) para entender como as imagens podem falar por si só. Com o Lets ele compartilha 4 dicas que podem te ajudar a fotografar melhor. Confira!

4 dicas para saltar de flecha no universo da fotografia

1. Não espere um super equipamento para começar! Se fotografia é o que você está afim de fazer, comece com o que tem. Serve celular e até câmeras mais antigas. Não gaste tanta energia no início pensando no equipamento. Concentre no objeto, faça fotos com ângulos diferentes, brinque com o foco, sombras, movimentos e cores. Existe um segredo que nem todo mundo conta: algumas das mais importantes fotos da história surgem acidentalmente. E o melhor: em fotografia (como quase tudo na vida) a qualidade vem da quantidade.

2. Guarde esses horários! De manhã, entre 7h e 9h, e à tarde, entre 15h30 e 18h, são períodos que ficaram conhecidos como a “hora dourada”. Tons mais alaranjados e luzes mais difusas vão permitir que você faça verdadeiras fotos iluminadas.

3. Tratar ou não tratar? Eis a questão! O tratamento de imagens ainda gera discussões calorosas. Entre aderir ou não, o conselho que dou é: experimente! As ferramentas estão cada vez mais fáceis de usar (existem centenas de aplicativos para o celular e computador. Duas dicas? VSCO e Lightroom!), que podem “salvar” fotografias em que a luz não estava tão boa, além de expandir possibilidades e até aumentar sua criatividade.

4. Converse – antes e durante! Fotografar pessoas é um trabalho de parceria entre fotógrafo e o fotografado. Seja paciente para ouvir quem te procura e, durante a sessão, interaja com a pessoa. É uma forma de fazer com que o ensaio fique mais leve e as chances de conseguir fotos menos posadas e mais espontâneas são enormes. Divirta-se!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *