Fundadora e CEO da SIM Coaching, em Belo Horizonte, Lorena Godoy foi atrás de estudos e técnicas para fortalecer uma competência que sempre fez parte da sua vida: identificar as melhores habilidades nas pessoas e ajudá-las a desenvolvê-las.

Hoje, com certificação em Master Coaching Integral Sistêmico pela Federação Brasileira de Coaching e pela rede global FCU (Florida Christian University), ela instrui profissionais e empresas para alcançar melhores resultados ou para evoluírem em alguma área da vida.

Todo esse conhecimento vem somado com uma carreira bem sucedida como administradora de empresas e gestora de negócios, com mais de 14 anos de experiências em multinacionais, atuando em projetos, contratos e negociações nacionais e estrangeiras.

Com o Lets, ela compartilha uma lista que vai ajudar você a cuidar das suas finanças e saber lidar com sua inteligência financeira, um dos universos de aprendizagem do ser humano!

5 dicas para desenvolver sua inteligência financeira!

1. Tenha um mentor! Escolha uma pessoa experiente para se inspirar mas também guiar seus passos. Milagres financeiros não acontecem da noite para o dia, mas a chance de realizar escolhas assertivas é maior com quem tem conhecimento técnico.

**2. Esteja disposto a aprender e mudar sua mentalidade! **O mundo tem mudado cada vez mais rapidamente e precisamos nos adaptar a essas transformações da maneira mais resiliente possível, seja para encontrar uma oportunidades de negócio ou desenvolver uma nova habilidade pessoal.

3. Se envolva com o tema! Uma das formas de desenvolver a inteligência financeira mais rapidamente é conhecendo e experimentando técnicas e metodologias. Você precisa agir. As fontes são diversas, desde livros de especialistas, como o Poder da Ação, escrito por Paulo Vieira, a canais no YouTube.

**4. Experimente fazer cursos sobre finanças! **Boa parte dos desafios do coach é ajudar o seu cliente a desenvolver autoconfiança. O medo é dos principais fatores que travam as pessoas. Portanto, se tem dificuldade com números, planilhas, vá se aproximando aos poucos dessa área. Persista, mas seja paciente com seu tempo de aprendizagem.

5. Faça seu orçamento mensal! A ideia é simples. Reúna todas suas informações financeiras. Mas não pense simplesmente em economizar. Esqueça a preocupação de poupar intensamente. Procure melhorar suas escolhas, e faça com que sejam coerentes, saudáveis e equilibradas. Anotações num caderninho ou alguns aplicativos de celular podem ajudar nesse processo.