Uma tarefa nada fácil, porém bem importante, é a criação de uma lista de casamento. Mas nossa missão hoje é tornar todo esse processo fácil e prazeroso, como deve ser!

A primeira coisa!

Casal! Antes mesmo de começar a fazerem a lista de vocês, estipulem uma quantidade média de pessoas que vocês gostariam de convidar. É claro que vocês não precisam seguir rigidamente esse número, mas é importante que tenham uma estimativa para pelo menos conseguirem se controlar na hora de criar a lista e priorizar as pessoas certas.

Setorize a sua lista de casamento

Crie colunas na sua lista e crie pesos de importância. Na primeira pode incluir aquelas pessoas que você nem consegue imaginar longe da sua vida. Pode ser seu pai, mãe, amigos e familiares íntimos. As pessoas próximas e parentes podem ir para a segunda coluna. Na outra encaixe vizinhos e colegas de trabalho. E assim vai.

A ideia de separar dessa forma é que a medida que a lista vai crescendo e o número ultrapassando o limite médio estipulado, fica fácil cortar algum convidado. Não tenha medo de classificar as pessoas, pensem que é uma boa maneira de enxugar a lista de vocês e outra, elas não ficarão sabendo! 😉

Para facilitar ainda mais

Mesmo que você setorize a sua lista, tenham em mente que você não tem obrigação de convidar ninguém. Se no trabalho, por exemplo, se você tem amigos, convide-os. Se os outros são apenas colegas, não se importe se isso “vai pegar mal”. As pessoas sabem que é um momento especial e, mais, que custa dinheiro.

Quem já passou pela sua vida e não está mais, também não precisam, necessariamente, entrar na lista. Se for entrar, pode ser na última coluna. Uma dica legal é definir também um número máximo de pessoas que cada um do casal pode chamar da lista “passado”. Com isso, cada um de vocês vai pensar duas vezes na hora de acumular pessoas que passaram pelas suas vidas.

Leve em consideração a frequência com que você encontra com algum parente para convidá-lo também. Se for distante, retire da lista. Se for distante e não te liga há meses, nem coloque. Caso seus pais ou avós insistam… Calma, vamos falar já já sobre isso.

E sobre convidar ex? Só se fizer muito sentido para as duas partes. Caso contrário, nem cogite. O assunto não precisa ser tratado como um tabu entre o casal. Muito pelo contrário, é importante que isso seja conversado antes mesmo que uma decisão individual seja tomada. Caso todos estejam confortáveis, é aceitável o convite!

Os contados dos convidados

É bem comum que seus pais, avós ou tios tenham um amigo íntimo e queira convidá-lo para o seu casamento. Vai do casal se impor e jogar aberto com eles. Lembrem-se que o momento do casamento é de vocês e é importante ter pessoas que realmente significam algo positivo para o casal.

Se você não quer causar incômodos com a família, sem problemas. Uma solução é separar uma espécie de cota para convidados de terceiros. Coloque um número limite de convidados que cada um tem direito de chamar e não deixe de informar isso à eles.

Esse tipo de conduta vale para o casal que está bancando toda cerimônia. Se vocês estão contando com a ajuda financeira dessas pessoas, vale ser mais flexível, porém, lembrando que o casamento ainda é de vocês.

Uma solução para casais muito amigáveis

Se todas essas dicas fazem muito sentido pra vocês, mas sabem que vai ser uma tarefa difícil executá-las, agarrem essa próxima dica!

Sabe as pessoas que foram cortadas, os parentes distantes ou o pessoal do escritório? Então! Existe uma maneira de você informá-las do seu casamento, mas não necessariamente convidá-las para o mesmo.

Faça um cartão de participação. Que é um cartão feito para ser enviado para não convidados. Esse cartão não tem nenhuma informação sobre data, horário nem local do casamento. Ele é apenas informativo. Você compartilhará com as pessoas a novidade do matrimônio e informará novo endereço e contato, por exemplo. É uma maneira de você comunicar e sai muito mais barato do que o convite para a cerimônia.

Caso goste da ideia, não se esqueça de incluir esse gasto na sua planilha de custos. Afinal você vai precisar gastar com a confecção, impressão e envio. Se acharem que vale a pena, é uma ótima saída!

Para os casais moderninhos!

Falei há pouco sobre criar setores na lista para facilitar, certo? Isso pode ser feito no papel, em uma planilha do excel ou até mesmo no word. Mas para os noivos mais modernos, uma boa opção são os aplicativos para celular, que podem ajudar na hora de se organizarem!

Um aplicativo bem legal para tal função é o Wedding Plandroid. Ele permite que os usuários não só administrem sua lista de convidados, mas façam também a gestão do orçamento, dos fornecedores e mantem um cronograma de tarefas. Outro app é o Meu Casamento, que é bem parecido com o anterior, porém em português. Ambos os aplicativos são para Android e gratuitos.

Espero que tenham gostado das dicas e que consigam fazer a lista de vocês de forma organizada!