Quais as vantagens do brainstorming para eventos?

Brainstorming para eventos: um grande passo para um grande evento

Já pensou em utilizar a técnica de brainstorming para eventos? Esse é um método bastante simples de ser aplicado e pode resultar em ideias fantásticas para os seus projetos!

Não é segredo para ninguém que a criatividade é um elemento indispensável para o sucesso de um evento, certo? No entanto, muitos organizadores encontram dificuldades para criar algo que fuja do comum e surpreenda os participantes. O brainstorming é uma maneira de estimular o processo criativo e torná-lo mais objetivo.

Que tal embarcar com o Lets em uma jornada para descobrir como inovar nos seus projetos? Vamos lá!

O que é brainstorming?

Brainstorming é o nome dado a uma técnica bastante famosa no setor de marketing. Foi criada por um publicitário americano chamado Alex Osborn, na década de 50. Ele notou certa dificuldade em sua equipe para o desenvolvimento de ideias para as campanhas, então encontrou essa forma de estimulá-los.

O nome brainstorming é formado através da união das palavras: brain (cérebro) e storm (tempestade). Assim, a tradução fica: tempestade de ideias, uma metáfora que explica muito bem a técnica.

Basicamente, consiste em uma reunião em grupo, em que os participantes vão falando as ideias que vêm à mente sobre determinado tema. As contribuições são feitas de forma livre e sem julgamentos, assim, um pode ir acrescentando ao que o outro disser, até chegar em um resultado satisfatório.

Quais as vantagens do brainstorming para eventos?

Apesar de ter nascido em uma agência de publicidade, o brainstorming não é útil apenas nesse meio, tanto que empresas de outros segmentos utilizam. Para o setor de eventos, são várias as vantagens alcançadas através da técnica, observe:

  • Encontrar maneiras de inovar;
  • Resolver problemas de modo criativo;
  • Facilidade para criar em grupo e contar com a visão de diferentes pessoas;
  • Ambiente para expor ideias sem receios;
  • Ajuda a melhorar a comunicação da equipe;
  • Fortalecimento da motivação.

Como realizar o brainstorming para eventos?

Apesar de, em um primeiro momento, parecer que para realizar um brainstorming basta reunir pessoas e jogar ideias sem organização, não é assim que funciona. É necessário seguir alguns passos para garantir o sucesso do método.

Confira o passo a passo para realizar uma reunião de brainstorming para eventos e obter ideias incríveis!

1. Defina os objetivos da reunião

Para alcançar bons resultados, a reunião precisa começar com um objetivo. Afinal, não dá para as pessoas simplesmente jogarem ideias aleatórias para os eventos. Então, defina o que se espera do brainstorming, veja alguns exemplos:

  • Criar um nome para o evento;
  • Ideias para aplicar a tecnologia à produção;
  • Ações para surpreender os participantes;
  • Atrações para o evento.

2. Conte com um moderador

Para manter a organização da reunião, é necessário contar com um moderador, alguém que irá direcionar o time. A ausência de uma pessoa nesse papel pode comprometer totalmente a efetividade do brainstorming.

Você poderá assumir essa função ou, se desejar participar ativamente do processo, delegar essa missão a outro membro da equipe. O moderador será o responsável por explicar os objetivos do encontro, anotar as ideias e gerenciar o tempo.

3. Selecione os participantes

Idealmente, uma reunião de brainstorming deve ser realizada por grupos com 5 a 8 membros. Esse é um bom número para contar com várias mentes pensantes sem se tornar um grande falatório desordenado.

Como a intenção é criar em conjunto, ter pessoas demais pode prejudicar o processo de convencimento de todos de que uma ideia é realmente boa.

4. Inclua um participante que traga uma visão externa

Se possível, inclua algum participante que traga uma visão externa para contribuir com o processo e estimular os demais a pensarem fora da caixa. Pode ser, por exemplo, um representante de uma empresa patrocinadora do evento ou um prestador de serviço, como um profissional de marketing ou designer.

5. Entregue um briefing da reunião aos participantes 

Antes da reunião, é válido entregar um briefing aos participantes. Ele deve incluir as metas do brainstorming para eventos, algumas ideias iniciais, imagens ou links para inspiração. Dessa forma, todos já chegarão com alguns pensamentos prévios, enriquecendo o processo.

6. Dê total liberdade aos participantes

Não é possível realizar um brainstorming sem que todos os participantes se sintam livres para dar ideias. Se houver julgamento por parte do moderador ou de um dos convidados, todo o resultado será prejudicado. Por isso, o clima deve ser de descontração para os participantes ficarem à vontade.

7. Faça perguntas

Nem sempre os pensamentos fluem de modo produtivo sem um direcionamento. Fazer perguntas é uma forma de estruturar o pensamento e guiá-lo por caminhos que talvez não viriam sem elas. Essa é mais uma função do moderador do brainstorming.

8. Crie um moodboard para o evento

Você já ouviu falar em moodboard? Trata-se de uma seleção de imagens que transmitem a atmosfera que deseja para o seu evento, incluindo a decoração, combinação de cores, configuração dos estandes, entre outros detalhes.

Apresentar esse moodboard na reunião de brainstorming é mais uma estratégia para estimular e direcionar as ideias dos participantes. Isso pode ser feito por meio de slides, recortes ou simplesmente uma pasta no computador com arquivos de imagens.

9. Estipule o horário de término

Toda reunião tem horário para iniciar, mas nem todas contam com um tempo definido para encerramento. Quando se trata de brainstorming, há quem prefira deixar livre, entretanto, a limitação pode ser importante para estimular os participantes a buscarem a meta no prazo predeterminado.

10. Registre as ideias sem descartar nenhuma

Por fim, é importante registrar todas as ideias que surgirem sem descartar nenhuma. Afinal, um pensamento que pareça estranho inicialmente, pode ser complementado por outra pessoa e resultar em algo muito interessante.

Portanto, o moderador deve anotar todas as ideias para nada ser perdido. Essas anotações podem ser feitas da forma que você julgar mais eficiente, como um aplicativo ou mesmo o bom e velho bloco de papel.

Seguindo esses passos, você e sua equipe terão muitas ideias inovadoras através do brainstorming para eventos.

Para conferir mais conteúdos informativos e dicas sobre o setor de eventos, navegue por outras postagens do Lets.blog!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *