Sucesso do evento

Como medir o sucesso do seu evento? Veja principais métricas

Você tem o hábito de medir o sucesso do evento após a sua realização? Saiba que essa prática é extremamente importante para obter uma visão geral da produção, identificando erros e acertos.

Com base nos resultados obtidos é possível planejar os eventos futuros, adaptando os aspectos que não se mostraram satisfatórios. Assim, a cada novo projeto poderá evoluir para alcançar a excelência.

Na postagem de hoje vamos apresentar métricas que irão te ajudar nessa medição do sucesso. Continue a leitura e veja como aplicá-las nos trabalhos que realizar.

Importância das métricas para medir o sucesso do evento

Sem a análise de métricas não é possível verificar com exatidão o sucesso do evento. Afinal de contas, não é apenas o número de participantes e de seguidores nas redes sociais que determina se o resultado foi ou não positivo. É necessário verificar diversos detalhes que irão apontar os resultados com precisão.

As métricas são necessárias porque transformam impressões em dados. Então, ao analisá-las você tomará decisões com confiança por conhecer exatamente o cenário. Em vez de supor que os investimentos em anúncios nas redes sociais foram bem-sucedidos, por exemplo, terá como saber qual o retorno deles.

Quando o organizador olha apenas para os lucros ao final de uma produção, perde grandes oportunidades de aprender e se desenvolver no mercado. Embora o retorno financeiro seja um dos principais objetivos, ele não garante a continuidade do sucesso, porque traz poucos ensinamentos. Por isso, é preciso reunir e analisar dados.

12 Formas de medir o sucesso do evento

Mas como o sucesso do evento pode ser medido? Veja quais são as métricas mais importantes a considerar que poderão mostrar com clareza os resultados do seu projeto.

1. Inscritos x participantes

Vender muitos ingressos é ótimo, mas os números de venda sozinhos não representam o sucesso da produção. Afinal, a ideia é que as pessoas comprem as entradas e participem, vivenciando aquela experiência. Então, é preciso comparar a quantidade de inscritos com o volume de pessoas que compareceram.

Geralmente, não há muita diferença, pois as pessoas pagaram pelo ingresso e dificilmente irão faltar sem ter solicitado o cancelamento. No entanto, é válido analisar essa métrica apenas para se certificar de que a taxa de ausências foi baixa.

2. Pesquisa de satisfação pós-evento

Se você nunca realizou uma pesquisa de satisfação pós-evento, é importante começar a pensar a respeito. Conhecer a opinião dos participantes sobre a produção é uma ótima maneira de entender o outro lado e saber o que foi ou não bem aceito.

Para ter um bom resultado, formule poucas perguntas para serem respondidas rapidamente, isso irá garantir maior adesão. As respostas em escala, com notas de 1 a 5, são interessantes porque podem ser respondidas e analisadas de forma prática.

3. Engajamento nas redes sociais

As redes sociais são ferramentas muito importantes para os eventos, então, devem ser consideradas. Algumas métricas relacionadas a elas que vale a pena analisar são:

  • Número de seguidores novos no período;
  • Número de menções;
  • Interação nos comentários;
  • Uso da hashtag do evento.

4. Taxa de conversão por canal

A venda de ingressos online possibilita a divulgação por diferentes canais, como anúncios pagos, parceria com influenciadores digitais, e-mail marketing, entre outros. É válido verificar quais trouxeram os melhores resultados, assim, poderá direcionar o foco para as opções mais bem-sucedidas e aperfeiçoar as estratégias das demais.

5. Custo de aquisição de participantes

Você sabe qual o custo da aquisição de cada participante dos seus eventos? Essa é uma métrica importante porque mostra se os seus custos com marketing estão adequados. Saber qual a média de valor gasto para atrair cada indivíduo que compõe o público ajuda a planejar melhor as finanças do projeto.

6. Tipos de ingressos mais vendidos

É comum que eventos tenham ingressos de valores e características diferentes, como os chamados VIP, que dão acesso a áreas privilegiadas do espaço, entre outros benefícios.

É interessante verificar quais opções têm maior aceitação. Dessa forma, se a área VIP tem mais procura que a pista, por exemplo, o local de uma próxima produção pode ser escolhido considerando isso. 

7. Receita bruta

A receita bruta é todo o valor obtido através da venda de ingressos, patrocínios e outros. É uma métrica importante porque se trata do capital que possibilitou a realização do projeto. Por isso, o organizador precisa saber qual o total arrecadado.

8. Relação entre custo e receita

Após a verificação da receita bruta do evento, é necessário relacioná-la com o custo. Isso significa subtrair tudo o que foi gasto do total arrecadado. Assim, se tem uma visão clara sobre o quanto as contas estão equilibradas.

9. Retornos para os patrocinadores

Ter bons patrocinadores é fundamental para um evento de sucesso. Para atraí-los é preciso mostrar que a produção consegue gerar resultados satisfatórios. Portanto, verifique o retorno que cada projeto proporcionou para as empresas parceiras. Essas informações poderão ser usadas como argumentos em propostas futuras.

10. Participantes recorrentes

Você já parou para pensar que uma parcela dos participantes dos seus eventos é recorrente? Isso mesmo! Pessoas que foram em eventos passados podem ter gostado e retornado, um movimento chamado de fidelização. Ter participantes fiéis é uma ótima forma de medir o sucesso do evento. Afinal de contas, as pessoas apenas retornam se a experiência for positiva.

11. Venda de produtos no evento

É comum que eventos contem com estandes para a venda de produtos. Se esse é o caso das suas produções, lembre-se de analisar também os resultados disso. Com base neles poderá planejar melhor as próximas lojas.

12. Taxa de devolução de ingressos

Por fim, é importante verificar qual a taxa de devolução de ingressos. Lembrando que é natural que uma porcentagem de participantes a solicite, afinal podem surgir imprevistos. No entanto, a análise dos resultados é necessária para identificar um aumento repentino, que fuja do comum.

Medir o sucesso do evento significa ter maior controle sobre os seus projetos. Com base nos dados obtidos através da análise de métricas será mais simples planejar eventos futuros.

Quer conferir mais conteúdos informativos e dicas sobre o setor de eventos? Navegue por outras postagens do Lets.blog e aproveite!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *