Mudanças em sua casa noturna são necessárias ao longo do tempo. Seja uma reforma estrutural, mudança de nome, oferta de festas e eventos diferentes ou até mesmo algo mais drástico, elas ajudam a melhorar o rendimento do local e dão um frescor novo para o negócio.

Uma das opções para isso é redefinir o público-alvo da sua casa noturna. Continue a leitura e saiba por que essa estratégica é importante e como colocá-la em prática.

Por que pensar em redefinir o público-alvo da sua casa noturna?

Em primeiro lugar é preciso pensar nos motivos para buscar essa redefinição, porque uma mudança não deve ser feita de forma aleatória, sem uma estratégia e um objetivo traçados previamente.

Essa transformação acarretará na perda de alguns dos clientes em prol da aquisição de outros. E, por isso, é necessário que você estabeleça um plano consistente para essa ação. Os motivos para redefinir o público-alvo da sua casa noturna podem ser:

  • oportunidade de aproveitar uma brecha de mercado na sua região;
  • atender uma demanda de um público específico;
  • adequar o atendimento ao target que já é majoritário na sua casa;
  • melhorar a experiência do consumidor;
  • mudança de imagem da casa noturna (branding);
  • seguir tendências no setor de eventos.

Como realizar essa mudança de público-alvo de forma eficiente?

Se você possui alguns desses motivos e deseja mesmo realizar essa transformação é importante saber como fazer da forma correta, pois um reposicionamento que é realizado adequadamente pode potencializar consideravelmente o sucesso da casa noturna, conquistando uma boa imagem no mercado. Veja alguns itens que podem ser seguidos para realizar a adaptação da melhor forma:

Realize pesquisas e levantamentos de dados sobre seu target

Não fique no achismo. Pesquise o que seus clientes realmente querem ao frequentar uma casa noturna. Uma opção interessante é realizar levantamento de dados para definir o perfil do seu target.

A partir da obtenção dessas informações, é possível analisar os desejos dos clientes e buscar formas de atendê-los em seu espaço.

Acompanhe tendências focadas nesse público-alvo

É essencial buscar sempre as principais tendências na área de eventos e entretenimento para se manter atualizado e oferecer soluções cada vez mais inovadoras.

Pesquisar o que está sendo produzido nacionalmente e internacionalmente poderá oferecer um diferencial interessante para seu negócio, cativando e fidelizando seu público.

Adeque seu espaço aos clientes

Faça reformas estruturais e prepare a decoração para adequar-se ao perfil de quem deseja atingir. Por exemplo, se seu público é fumante, é importante que haja um fumódromo adequado para recebê-los. Se há a tendência de realizar shows na casa, a estrutura do palco merece uma atenção especial.

Invista em inovação

Vise inovações para sua casa noturna das mais diferentes formas. Isso pode ser feito por meio de:

  • trazer novas atrações que são de interesse do target;
  • acrescentar itens ao cardápio, tanto no setor de comidas quanto bebidas e drinks;
  • realizar produções diferenciadas seguindo tendências do mercado;
  • investir em decorações que estejam em consonância com o estilo do seu público.

Como informar ao cliente essas mudanças?

Para que a mudança seja efetiva, é importante que seu cliente saiba que sua casa noturna está voltando a atenção para ele. Por isso é preciso de uma estratégica eficiente de marketing para anunciar as alterações.

As redes sociais, como o Facebook, por exemplo, podem ser importantes aliadas na hora da divulgação, principalmente pela sua capacidade de atingir o segmento escolhido, bem como direcionar as campanhas e anúncios para essas pessoas especificamente.

Gostou deste artigo sobre como redefinir o público-alvo da sua casa noturna? É importante também garantir outros elementos básicos para que, mesmo com a mudança, não haja risco de ver sua estratégia ir por água abaixo. Descubra o que faz uma balada ter sucesso e se destaque nesse setor.

Quer ficar por dentro de mais conteúdos exclusivos e entender como o Lets.events pode te ajudar? Clique aqui e fale com um dos nossos especialistas.