Como fazer notas fiscais para eventos?

Como fazer notas fiscais para eventos e por que preciso emitir?

Você, produtor, já emite notas fiscais dos seus eventos? Se nunca havia parado para pensar nesse assunto, saiba que é algo bastante importante. Embora não sejam todos, uma boa parcela dos participantes de uma produção podem precisar da nota após a compra de ingressos.

Mas como esse procedimento é realizado e qual a sua importância? Continue a leitura para entender melhor sobre notas fiscais para eventos de forma simples e descomplicada. Vamos começar?

Por que é preciso emitir notas fiscais para eventos?

A emissão de notas fiscais para eventos é importante porque existem participantes que poderão deixar de participar se não houver essa opção. Isso mesmo, as notas podem ser um motivo para desistência porque possuem um papel relevante na prestação de contas e gerenciamento financeiro.

Imagine que você está organizando um evento voltado para profissionais de determinada área. Então, uma empresa decide custear os ingressos para os seus colaboradores. Sem nota fiscal, dificilmente a venda irá adiante, pois organizações precisam do documento para lançar a despesa em seu sistema financeiro.

Há casos em que as companhias autorizam os funcionários a fazerem a compra e solicitam a nota para realizar o reembolso do valor pago. Viu só a importância que ela tem para vários perfis de participantes?

Além de toda a questão prática, saiba que a emissão de notas confere mais seriedade para o seu trabalho. Significa que realiza os processos corretamente e que não está na informalidade. Isso poderá, inclusive, abrir portas para a contratação dos seus serviços por empresas para a realização de eventos internos.

Se preparar previamente para fazer notas fiscais para eventos irá evitar uma sobrecarga inesperada. Assim, conseguirá realizar as emissões e envios no prazo aos participantes, evitando causar uma impressão ruim logo no início da experiência.

Como emitir notas fiscais para eventos?

Já explicamos a importância das notas fiscais para eventos e agora vamos para a parte prática. Você tem ideia de como a emissão é realizada? Acredite, o processo pode ser mais simples do que parece.

Por mais que no início pareça algo complicado, com um pouco de atenção e prática verá que não há complicação alguma. Aliás, os passos são como uma receita de bolo, basta seguir corretamente e o documento será emitido.

Em primeiro lugar, é preciso ter um meio para realizar a emissão. A opção mais simples é usar o sistema disponibilizado pela prefeitura da sua cidade. Para se informar, pesquise a respeito ou procure o órgão responsável no município.

Se a sua empresa foi registrada como MEI (Microempreendedor Individual), procure pela Sala do Empreendedor da cidade, mantida pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Outra opção é contratar um emissor de notas, ele poderá ser integrado a outros sistemas da sua empresa e realizar o processo de forma automática. Essa segunda forma é indicada para organizadores que realizam eventos de maior porte, em que a emissão de um grande volume de notas manualmente ficaria inviável.

Dicas para emissão de notas fiscais para eventos

Como foi possível notar, a forma exata de emissão das notas fiscais para eventos depende de alguns fatores. Então, os passos variam de acordo com o meio utilizado para o processo. De qualquer maneira, existem dicas que podem facilitar, acompanhe a seguir!

1. Prepare-se previamente e evite imprevistos

Se você chegou até este conteúdo e ainda não emite notas fiscais para eventos, aproveite para resolver isso o quanto antes. Evite esperar que uma oportunidade surja, como uma empresa contratar os seus serviços para realizar uma produção interna ou desejar adquirir um número significativo de ingressos para os seus funcionários.

2. Conheça os tipos de notas fiscais

Quando o assunto são notas fiscais, é importante conhecer os diferentes tipos existentes, confira:

NF-e – Nota Fiscal Eletrônica: esse tipo de nota não se aplica à venda de ingressos, pois está relacionada à circulação de mercadorias, ou seja, produtos físicos.

NFS-e – Nota Fiscal de Serviços Eletrônica: diferentemente do modelo anterior, é usada para comprovar a prestação de serviços em geral. É a modalidade usada pelos organizadores de eventos para o registro da venda de ingressos.

NFC-e – Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica: tipo de nota fiscal em processo de implementação nos estados brasileiros. Foi criada para substituir o cupom fiscal em transações realizadas no varejo.

3. Atenção à data de emissão da nota fiscal

Quando se trata de emitir notas fiscais para eventos é importante ter atenção à data. Como é preciso oferecer um prazo para o comprador solicitar o cancelamento se desejar, é necessário realizar a emissão apenas ao final desse período.

Dessa forma, você evita ter que realizar processos de cancelamento e lidar com etapas burocráticas. Com o fim do prazo informado para cancelamento da compra e devolução do valor pago, a emissão pode ser realizada tranquilamente.

4. Verifique a possibilidade de investir em um sistema de emissão de notas

Analise a situação da sua empresa e verifique a possibilidade de investir em um sistema para emitir notas automaticamente. Sabe quando você adquire um produto em um e-commerce e rapidamente recebe a nota no seu email? Esse processo é rápido, pois é feito por um sistema especializado.

Para organizadores de eventos que realizam grandes produções é inviável emitir cada nota individualmente. Com a automatização, é possível se dedicar a outras atividades e deixar os processos repetitivos por conta da tecnologia.

5. Conte com o suporte de um contador

Por fim, por mais que a emissão de notas possa ser realizada de forma prática e descomplicada, é sempre bom contar com o suporte de um contador. O profissional poderá te orientar sobre as melhores práticas fiscais e outras informações importantes sobre o assunto.

Certos investimentos são necessários para tornar o seu empreendimento mais profissional e eficiente. Assim, você saberá exatamente o que precisa fazer para realizar produções impecáveis em todos os sentidos.

Agora você já sabe o que fazer para emitir notas fiscais para eventos e a importância desse processo.

Quer conferir mais conteúdos informativos e dicas sobre o setor de eventos? Navegue por outras postagens do Lets.blog e aproveite!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.