Event banner
Event banner

13.12 / 22h / Festival Catarina convida Enok Virgulino (PE)

Date and time

Fri, Dec 13, 2019 8:00 PM

Event location

Casa Do SambaAqui
Rodovia Rafael da Rocha Pires, 2737
Florianópolis, SC - Brasil
mapOpen map

Event organizer

Casa do SambaAqui

#ShowNacional no #FESTIVALCATARINA com #EnokVirgulino no DIA NACIONAL DO FORRÓ | Enok Virgulino Dantas, nasceu em 21 de Abril de 1958. Desde criança brincou com sons, músicas, instrumentos, o que achava pela frente, lata, o que desse um som, apito, ponta de mangueira, qualquer coisa.


O primeiro instrumento: Com seis anos ganhou o primeiro instrumento, uma gaita de um sanfoneiro, e tocou por uns dois anos. Logo em seguida, ganhou um cavaquinho e pegou algumas aulas com um professor de violão. Foi aí que teve a primeira noção das notas musicais.


A primeira sanfona: Foi em 1968 e estava com dez anos. Seu pai, de bicicleta, foi tomar umas cachaças numa vila maior, e por acaso, tinha um “cabra” vendendo uma sanfona. Ofereceu para o seu pai, e ele, naquele fuá, influenciado pelo pessoal que já apostava nele, acabou, como não tinha dinheiro, trocando a bicicleta pela sanfona. Logo depois, junto com os “cachaceiros” que estava bebendo, levou a sanfona pra ele já querendo que saísse tocando. Acabou não saindo nada, mas rapidinho aprendeu porque já tinha uma ideia das notas devido ao cavaquinho. A primeira música que tocou se chamava o “Baião da Floresta” que achava muito fácil e também muito bonita.


Dessa maneira, começou a tocar o que aparecia pela frente, tanto que hoje gosto muito de fazer essas adaptações das músicas de outros gêneros, como trazer o rock para o forró.


Começou a tocar numa emissora de rádio chamada emissora rural, a voz do São Francisco, em Petrolina – PE. Tocou por 3, 4 anos, e as pessoas já achavam um bom sanfoneiro, chamando-o pra tocar inclusive em festas e ele tinha apenas 16 anos.


Em 1980 foi para SP. Achou a cidade muito grande, queria logo voltar para Pernambuco. Foi visitar uns parentes que tinha em Americana, interior de SP e se apaixonou pela cidade, desistindo de voltar para o Nordeste. Encontrou o Adelmo e foram buscar o Roberto em Pernambuco,e assim formava-se o Trio Virgulino.Começaram a tocar no programa de rádio do Geraldo Pianelli, e depois deste, vários outros programas e festas foram surgindo para tocar.


#AtraçõesConfirmadas | Confira a história das atrações confirmadas para o FESTIVAL CATARINA.


#JeitoParaíba | Com uma formação totalmente autêntica e nordestina. O trio Jeito Paraíba chegou ao sul trazendo o que tem de melhor da música regional do nordeste. No repertório, uma verdadeira viagem com intérpretes, autores e compositores que marcaram e marcam até hoje essa cultura belíssima.


Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca, 3 do Nordeste, Trio Nordestino, Flavio Jose, Alceu Valença e muitos outros são a base que o trio Jeito Paraíba tem, não só na música, mas também no jeito de vestir, na originalidade, na irreverência e, principalmente, no sotaque que é a marca do trio.


Na sua formação temos Giliardi do Acordeon, músico com participações em vários trios de forró, Diego Paraíba, triângulo, percussão e vocal e Judivan Duarte, voz principal e zabumba, com mais de 20 anos de experiência, com passagem por várias bandas de forró no nordeste.


#ErvaRasteira | O trio Erva Rasteira é um dos pioneiros no forró em Santa Catarina. Com 20 anos de história, a banda passou por algumas formações com diferentes músicos e o grupo atual se apresenta em trio, um formato muito comum nos trabalhos de forró "pé-de-serra" e "raiz" pelo Brasil.


Henrique Soares, na voz e zabumba, está na banda desde seu início, 1999. Gabriel de Bem, no triângulo e voz, está há três anos com o trio. O último a compor o grupo é Marcelo Besen, sanfoneiro, que está desde 2015, ano da formação final, com o nome de “Erva Rasteira”.


O trio toca com repertório cover e interpreta os clássicos do forró pé de serra, de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Alceu Valença e outros, além de releituras da MPB e músicas autorais. O trabalho da banda é guiado pela música de qualidade e comprometimento com o público, além da competência e responsabilidade na essência do forró e também nas novas nuances do estilo.


#DiFulô | #DiFulô | Di Fulô é um projeto musical de Florianópolis que surgiu em janeiro de 2017 trazendo uma sonoridade própria e moderna para o tradicional gênero do forró.


Desde o surgimento, a banda passou a fazer shows em diversos lugares da cidade de Florianópolis apresentando releituras do repertório tradicional do forró. No fim do mesmo ano começaram a desenvolver seu trabalho autoral.


Natacha Kamila Vieira (cantora e violinista) e Fabio Sung (cantor e violonista) são idealizadores do projeto e formam a frente da banda. A zabumba de Carol Miranda traz todo o swing para o trio Di Fulô. Os músicos convidados na percussão completam a formação instrumental.


Liberte(se) | Este ano a banda lança seu primeiro disco autoral intitulado Liberte (se), com 13 faixas inéditas. Nascido sob forte influência do forró este trabalho reúne a versatilidade de cada um dos integrantes. A formação instrumental apresenta violino e violão como instrumentos protagonistas, trazendo ainda mais irreverência para esse forró Catarinense.


Contato: Instagram @forrodifulo | facebook.com/difulo


#PéDeCabra | O Quarteto PédeCabra surgiu em 2013, em uma junção de músicos amigos, com intuito de fazer uma banda inovadora no cenário catarinense de forró.


Mostrando suas composições próprias como Norte e Sul, Você e eu, Sonhos e Conquistas e Vai catar feijão. Relembrando também grandes sucessos de antigos compositores e ícones da música brasileira, entre eles os saudosos mestres Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Assisão, Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Santana “O Cantador”, Djavan e Nação Zumbi.


Desde então, a banda se apresenta por toda Santa Catarina e Paraná, cidades como Florianópolis, Balneário Camboriú, Itajaí, São Francisco do Sul, Blumenau, Criciúma e Curitiba.


Em 2018, a banda participa da classificatória em Curitiba-PR para o FENFIT (Festival Nacional de Forró em Itaúnas-ES), a copa do mundo de forró, havendo grande resultado e a conquista da vaga para representar Santa Catarina nessa espetacular competição.


Nele, ganham a indicação de melhor vocalista masculino. Mesmo ano em que grava seu primeiro Disco Sonhos e Conquistas. Na voz e violão de Luiz Ferreira, no acordeon de Felipe Schappo, na percussão geral de Patrick Percutor e Leonardo Guimarães, o som do quarteto se completa.


✅ CONHEÇA O COLETIVO FORRÓ CATARINA: O Coletivo de Forró Catarina foi criado em 2018 com a finalidade de criar e fortalecer uma unidade entre os músicos do gênero, fornecendo cada vez mais alegria para o cenário do forró na ilha de Santa Catarina.


Fazem parte do Coletivo grande parte das bandas de forró de Florianópolis, onde toda sexta-feira, às 22h, alguma das bandas do coletivo se apresenta.


➡ INÍCIO DO EVENTO: 20h

➡ ENTRADA: R$30 com compra de ingresso antecipado | R$35 até às 23h confirmando presença no EVENTO até às 20h! Depois ou sem confirmação no evento: R$ 40!

➡ AULAS DE DANÇA DE FORRÓ no início do evento, com Rafael Borges, incluso no valor da entrada.


✅ CONHEÇA NOSSAS #PROMOÇÕES DA CASA:


➡ Confirme presença na lista do Lets.Events e pague R$ 35 até às 23h.

➡ Tire uma foto com Check-In PÚBLICO no Facebook ou Instagram dizendo porque esta é a Casa mais querida da Ilha e ganhe o DOBRO do DRINK que pedir no momento em que requisitar a promoção no caixa

➡ Peça o drink ERVA RASTEIRA e ganhe uma dose de XIBOQUINHA SambaAqui NA FAIXA

- Escreva um Pão-por-Deus e ganhe uma dose de XIBOQUINHA SambaAqui NA FAIXA

➡ 6 Brahmas + Amendoim por $40

➡ 5 Heineken, Bud ou Eisenbahn por $38


✅ PROMOÇÃO DE ANIVERSARIANTE


➡ A(o) aniversariante não paga a entrada neste evento.

➡ Lista amiga onde os convidados pagam apenas R$35 na entrada deste evento através do site http://sambaaqui.lets.events (solicitar lista para a administração da Casa no mínimo 2 dias antes pelo WhatsApp 48996862083).

➡ O aniversariante ainda ganha uma cachaça de presente da Casa.


Venha curtir uma linda noite e experimentar as delícias e os novos drinks da Casa do SambaAqui. Chega no balcão e peça para experimentar a CONSERTADA e a XIBOQUINHA SambaAqui!


É imprescindível a apresentação do documento de identificação com foto na entrada. SE BEBER, VÁ DE CARONA! É BOM DEMAIS ESTAR AQUI! #CasaDoSambaAqui #Forró #Floripa #Sambaqui #ForróDeSambaqui #SábadoDoForró #Nordeste