O que é o passaporte da vacina? Quais as mudanças na organização de eventos?

A pandemia de Covid-19 paralisou os eventos presenciais por meses. Com a vacinação avançando e o controle dos casos, diversas ações vêm sendo adotadas em prol da segurança, uma delas é o passaporte da vacina.

Mas o que, de fato, é esse passaporte? Como os participantes irão comprovar que foram vacinados? O que isso muda na organização de eventos?

Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas e saber como utilizar essa estratégia para promover eventos mais seguros. Vamos lá?

O que é o passaporte da vacina?

Passaporte da vacina é a forma popular como ficou conhecido o Comprovante de Esquema Vacinal, que prova que uma pessoa foi vacinada contra a Covid-19. O objetivo é proporcionar segurança para as pessoas e conter a disseminação do vírus, que já vem reduzindo com o avanço da vacinação.

Existem cidades que exigem a aplicação das duas doses, com intervalo de pelo menos 15 dias da última dose. Já em outras, a aplicação da primeira dose, também com o intervalo de 15 dias, já é suficiente.

Em todo o Brasil, estados e municípios têm definido as suas próprias regras e ainda há discussões sobre a obrigatoriedade da vacina para frequentar espaços públicos e privados. De qualquer forma, os produtores de eventos podem exigir a apresentação do comprovante por iniciativa própria.

É importante se informar sobre as regras da cidade em que o evento irá acontecer. Assim, se houver alguma determinação será possível se programar para cumprir todas ou decidir se o passaporte será exigido por uma escolha da organização.

Por que o passaporte da vacina é importante em eventos?

A vacina é a principal estratégia para conter o vírus, pois dá às pessoas anticorpos para combater a doença. Sendo assim, exigir o comprovante de vacinação em eventos é uma forma de manter no ambiente apenas aqueles que estão devidamente protegidos.

Outro fator que reforça a importância dessa medida é que isso acaba se tornando um incentivo para mais pessoas se vacinarem. Com isso, o seu evento estará mostrando que tem responsabilidade social, o que será certamente valorizado por aqueles que reconhecem a importância da vacina.

Onde encontrar o passaporte da vacina?

Uma dúvida recorrente entre muitos organizadores de eventos está relacionada ao tipo de comprovante da vacina que deve ser exigido dos participantes. Hoje, além da carteirinha em que são registradas as doses no ato da aplicação, existe a comprovação emitida pelo Conecte SUS e pelas secretarias de saúde de alguns estados.

Como os sistemas públicos às vezes passam por instabilidades e nem todos os cidadãos já tiveram seus dados computados, é importante oferecer alternativas aos participantes dos eventos. O que tem sido feito atualmente é aceitar um comprovante emitido por sistemas estaduais ou do SUS ou a própria carteirinha.

Vale informar que, em caso de perda da carteirinha e da impossibilidade de obter a comprovação digital junto aos órgãos competentes, é necessário procurar o posto de saúde em que a vacina foi aplicada para solicitar uma segunda via.

O que muda na organização de eventos?

O passaporte da vacina em si apenas irá interferir na organização de eventos em alguns detalhes. Em primeiro lugar, a informação deverá estar em destaque na descrição da página de venda dos ingressos e em todo o material de comunicação do evento.

É extremamente importante que todos os participantes estejam cientes da obrigatoriedade do comprovante da vacinação com antecedência. Do contrário, pode haver muito tumulto na entrada e até problemas mais graves.

Falando na entrada, como será feito algo além da verificação do documento de identificação e do ingresso digital, é conveniente fazer um bom planejamento para evitar a lentidão das filas.

Pode parecer simples verificar o comprovante de vacina juntamente ao RG, mas é preciso considerar que isso será feito centenas de vezes. Então, é necessário definir membros da equipe que ficarão responsáveis por esse passo extra no credenciamento antes da entrada.

Passaporte da vacina é a forma popular como ficou conhecido o Comprovante de Esquema Vacinal.

Outros cuidados em eventos além do passaporte da vacina

Embora a vacinação seja a principal ferramenta para combater o vírus, mesmo vacinada uma pessoa pode continuar se contaminando e transmitindo Covid-19. Por essa razão, muitos estados e municípios têm determinado a adoção de outras medidas juntamente com o passaporte da vacina.

Mesmo que esse não seja o caso da cidade em que o evento irá acontecer, é válido adotar medidas extras de segurança por uma decisão dos organizadores. Isso mostra aos participantes a preocupação com a saúde e a segurança de todos.

Veja quais são os cuidados sendo tomados em eventos além da exigência da apresentação do comprovante da vacina.

Limite de público – Mesmo com o controle dos casos, é importante evitar manter muitas pessoas em um mesmo ambiente, assim, limitando o público. Além de mais segurança, essa medida permite que os participantes fiquem mais confortáveis no local.

Espaços abertos – Se possível, realize o evento em espaços abertos, que comprovadamente são mais seguros do que ambientes fechados e com pouca ventilação. Como nem toda produção pode ser realizada dessa forma, uma ideia interessante é optar por um local que combine áreas fechadas e abertas.

Sinalização para evitar aglomerações – No local do evento, utilize sinalização suspensa e no piso para orientar as pessoas e evitar aglomerações, especialmente na formação de filas.

Higienização do local – É importante contar com uma equipe de limpeza para higienizar o local periodicamente, especialmente as superfícies de contato, como mesas. Essa medida, além de mais segurança, demonstra aos participantes a organização e cuidado da produção do evento.

Conclusão

O passaporte da vacina é um tema que vem dividindo opiniões, mas que é aceito pela maior parte da população que reconhece a importância da imunização. Solicitá-lo na entrada do evento é uma forma de proporcionar aos participantes momentos de descontração e de busca pelo conhecimento com segurança.

Em caso de dúvidas, procure a secretaria de saúde da sua cidade e outros órgãos competentes para se informar sobre todas as regras para a realização de eventos. Essa é a melhor maneira de organizar uma produção de qualidade e que transmita confiança ao público.Conte com o Lets.events para realizar a venda de ingressos online, com toda praticidade e segurança. Entre em contato para conhecer todos os benefícios que a plataforma oferece!

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.